Avião com destino a Londres fica retido na Madeira devido a greve em França

22 Mai 2018 / 15:56 H.

A greve dos controladores aéreos de França fez com que o voo U2 8136, operado pela EasyJet, ficasse retido na pista do Aeroporto Internacional da Madeira, aguardando para que estivessem reunidas as condições de segurança para sobrevoar espaço aéreo francês.

Segundo foi possível apurar, o avião deveria sair do aeroporto madeirense às 12h10, tendo como destino o Aeroporto de Gatwick, em Londres. No entanto, já no interior do avião os passageiros foram informados de que o avião não poderia descolar, pois não estavam garantidas as condições de segurança para sobrevoar o espaço aéreo francês.

Desde essa hora que os passageiros aguardam dentro do avião, na pista do Aeroporto Internacional da Madeira. Segundo o DIÁRIO apurou, foram servidas embalagens de batatas-fritas e sumos, mas os passageiros não tiveram autorização para sair do avião.

Apesar do site do aeroporto referir que este voo está a proceder ao embarque, o DIÁRIO sabe que este deverá sair pelas 16h10.

Outras Notícias