Autoridade Marítima emite recomendações devido a agravamento do estado do mar na Madeira

17 Jan 2018 / 18:15 H.

A Zona Marítima da Madeira desaconselhou hoje passeios no litoral e a pesca lúdica devido ao agravamento do estado do mar na costa norte e no Porto Santo, recomendando que as embarcações regressem ao porto de abrigo mais próximo.

Com base nas previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a Autoridade Marítima Nacional refere-se à forte agitação marítima, com ondas que vão rondar os seis metros e “podem chegar esporadicamente aos 10 metros” a partir da tarde de hoje.

Devido a estas condições adversas, a Marinha Portuguesa desincentiva os passeios junto do litoral e recomenda aos pescadores lúdicos de pesca que evitem a prática destas actividades junto a zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas.

Também aconselha a adopção de medidas de precaução no que concerne à amarração de embarcações quando atracadas ou “mesmo varando em lugar seguro”.

Quanto à comunidade piscatória e comunidade náutica de recreio que se encontrem em actividade, a ZMM insta que devem regressar ao porto de abrigo mais próximo.

“Aconselha-se igualmente que mantenham um estado de vigilância permanente e o acompanhamento da evolução da situação meteorológica e dos avisos à navegação” emitidos pelas autoridades competentes, pode ler-se ainda no comunicado.

O IPMA colocou a Madeira e o Porto Santo sob aviso laranja entre as 12 horas de hoje e as 12 horas de quinta-feira.

O aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, indica uma situação meteorológica de risco moderado a elevado.