Alunos do 3.º Ciclo do Ensino Básico estão melhores a Português e piores a Matemática

13 Jul 2018 / 12:10 H.

Numa nota de imprensa enviada à redacção, a Secretaria Regional de Educação revelou que em relação aos resultados das Provas Finais do 3.º Ciclo do Ensino Básico/2018 os alunos melhoram a Português e pioraram a Matemática.

“A média a Português foi de 66% (mais nove percentuais em relação a 2017) e “a média a Matemática foi de 45% (menos três pontos percentuais em relação a 2017)”, adianta.

Refere ainda que “a taxa de aprovação, que conjuga a classificação interna final (de escola) com a nota da prova final (nacional), foi de 95% na disciplina de Português e de 69% na disciplina de Matemática”.

Além disso, diz que “a percentagem de alunos com classificações de nível 4 e 5 em Português foi de 46,1% (mais 23,4% que em 2017); na disciplina de Matemática foi 23,4% (menos 4,4% em relação a 2017)” e “a percentagem de positivas na disciplina de Português foi de 88,7% (73,2% em 2017) e na disciplina de Matemática foi de 44,6% (menos 6,8% que em 2017)”.

Avança ainda que “complementarmente realizaram-se, com a supervisão de 12 professores, as seguintes provas: a Prova Final a Nível de Escola de 3º ciclo em Português (75 alunos) e em Matemática (79 alunos); a Prova Final Nacional de Português Língua Não Materna (35 alunos no nível de Iniciação e 16 no nível Intermédio) e a Prova Final Nacional de Português Língua Segunda (2 alunos).

Revela também que “nas cinco disciplinas sujeitas a Prova Final Nacional (Português, Português Língua Não Materna – Nível Iniciação, Português Língua Não Materna – Nível Intermédio, Português Língua Segunda e Matemática), registou-se média positiva a quatro, conforme se segue: Português - 66%; PLNM Nível de iniciação - 69%; PLNM Nível Intermédio -78% e Português Língua Segunda - 81%.

Refira-se que as Provas Finais do 3.º Ciclo do Ensino Básico/2018, que envolveram na Região 2503 alunos na prova de Português e 2548 na prova de Matemática; estes exames realizaram-se em 31 estabelecimentos de ensino (27 públicos e quatro privados) e no processo, que decorreu com normalidade e sem incidentes, estiveram envolvidos 129 professores.

Outras Notícias