Administração Pública regional reconhecida por Boas Práticas de Qualidade e Excelência de Serviço

06 Set 2018 / 18:06 H.

A Direcção Regional da Administração Pública e da Modernização Administrativa (DRAPMA), organismo da vice-presidência do Governo Regional, acaba de ser distinguida pela Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ) com o reconhecimento de nível 1 de boas práticas de Qualidade e Excelência de Serviço.

Este reconhecimento de boas práticas foi desenvolvido no âmbito de uma parceria existente entre a Direcção Regional de Economia e Transportes (DRET) e a Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ).

Esta pareceria da DRET e da APQ encontra-se inserida na Estratégia Regional para a Qualidade na Região Autónoma da Madeira (2014-2020) na perspectiva de tornar a “Madeira como uma Região de Excelência, reconhecida como Líder a Nível Nacional e uma Referência Internacional em Qualidade de Serviço e Hospitalidade” e com o intuito de premiar e reconhecer as boas práticas das organizações regionais neste domínio.

“O sistema de reconhecimento funciona numa base de auto-avaliação, comparável a outros sistemas internacionalmente existentes, em que são avaliados e pontuados os vários aspectos relevantes da organismo público ou empresa, nomeadamente clientes, recursos, colaboradores, bem como, com especial enfoque, o serviço e a hospitalidade. São então identificadas várias acções de melhoria que a organização se propõe a implementar. Posteriormente, consoante a pontuação alcançada, a APQ audita e avalia o processo, validando aço ou acções propostas”, explica Ana Luís, Directora Regional da DRAPMA.

Enquanto uma das entidades pioneiras a obter o reconhecimento, “a DRAPMA pretende que o seu exemplo sirva também de estímulo a outros organismos públicos, bem como às mais diversas empresas do tecido empresarial regional, que podem igualmente candidatar-se a este reconhecimento de boas práticas, numa perspectiva de melhoria da qualidade de serviço e hospitalidade, uma temática tão determinante e relevante para uma região turística como a nossa”, realça ainda.

Refira-se ainda que, tendo como objectivo desenvolver uma cultura de Administração Pública orientada para a prestação de serviços de qualidade para entidades públicas, cidadãos e empresas, a entidade realizou recentemente com sucesso o processo de transição para a nova Norma ISO 9001:2015, tendo sido auditada externamente pela Associação Portuguesa de Certificação (APCER), entidade certificadora no domínio da qualidade, encontando-se certificada na concessão de passaportes, no balcão sito na Loja do Cidadão, no apoio técnico-jurídico e na formação profissional para a Administração Pública da Região.

Outras Notícias