“A ligação ferry foi sempre uma das bandeiras do JPP”

20 Set 2018 / 16:22 H.

O Juntos Pelo Povo (JPP) reagiu às declarações do vice-presidente do governo regional, Pedro Calado, que acusou todos os partidos da oposição de estar contra a operação ferry na Maderia.

Neste seguimento, o líder parlamentar do JPP, Élvio Sousa, veio a público afirmar que “a ligação ferry foi sempre uma das bandeiras do JPP e a nossa luta vai continuar, até porque não nos revemos neste modelo ‘a prestações’ de continuidade territorial, no qual os madeirenses são portugueses apenas durante três meses”.

Para responder às necessidades da Região, o JPP defende uma ligação por ferry regular e anual, entre a Madeira e o continente, permitindo uma alternativa aos passageiros, “sem custos absurdos sobre as viaturas e sobre a carga, não permitindo que haja uma situação de monopólio ultraprotegido, comprometendo o interesse público, em favor de interesses económicos”, referiu o dirigente do JPP.

“Não podemos consentir que a mentira sirva de argumento político quando quem governa se vê ultrapassado pelos acontecimentos, tentando fazer esquecer que não cumpre as suas promessas integralmente”, acrescentou Élvio Sousa.

Recorde-se que o Volcán de Tijarafe realizou, ontem, a sua última viagem de ligação Funchal/Portimão/Las Palmas, tendo sido recebido no Porto do Funchal por cerca de 200 manifestantes, que e insurgiram-se contra a partida do ferry. Garantido está para já, pelo vice-presidentePedro Calado, o regresso do navio nas épocas veranis de 2019 e 2020.

Outras Notícias