“A Binter é horrível e péssima, nunca mais viajo nela”, disse a passageira Luísa Freitas

10 Ago 2018 / 20:52 H.

O avião da Binter aterrou no Porto Santo às 19h30. O DIÁRIO falou com alguns passageiros que demonstraram o seu descontentamento, isto depois de terem passado um verdadeiro ‘inferno’ para fazer esta viagem.

“Eu vinha no voo das 17h30, mas quando cheguei o check-in estava suspenso e não foi dada nenhuma informação. Comecei a falar com as pessoas, que já estavam há 24 horas para vir, e parece que os voos para o Porto Santo estavam suspensos, mas, por sua vez, estavam a fazer a rota de Canárias. Pelo que se ouviu dizer, acho que havia um problema com o Governo da República e que faltava alguma tranche por pagar”, disse Cláudia Silva.

A passageira afirmou que estavam muitas pessoas de cadeiras de rodas que vinham do Hospital e que estavam cansadas de toda esta situação, pelo que se congratulou pelo facto de, finalmente, ter sido efectuada a viagem da Madeira para o Porto Santo, ainda que nestas circunstâncias.

Luísa Freitas é outra das passageiras que fez questão de mostrar a sua indignação. Ontem, chegou ao Aeroporto Internacional da Madeira - Cristiano Ronaldo às 17h30 e depois de pedirem para esperar até às 19h30 foi informada de que a viagem não se ia realizar, tendo sido transportada para um hotel.

“Chegámos ao hotel, pelas 21 horas, e levantámo-nos às 05 horas, porque tínhamos que estar no aeroporto às 06h30. Às 07h30 disseram que nos iam dar uma nova informação às 07h45, depois passou para as 08h30, para as 09h30, para as 10h30 e assim sucessivamente. Um funcionário da TAP garantiu que havia um voo que vinha de Tenerife que ia fazer escala no Porto Santo e depois ia para Tenerife novamente, mas depois já disse que isso afinal não ia acontecer”, revelou.

Depois, pelas 16 horas, revelou que abriram o check-in que, por sua vez, foi suspenso pouco tempo depois. Às 17h30 fizeram novo embarque, mas foi suspenso novamente. “Entretanto, recebi uma chamada da Binter a dizer que o voo não ia por causa dos níveis do vento [...] a Binter é horrível e péssima, nunca mais viajo nela”, garantiu.

José Vasconcelos também viveu de perto este ‘inferno’. “Uma autêntica vergonha, andámos para cima e para baixo e andaram sempre a nos mentir, esta companhia tem é que acabar”, disse indignado.

Tópicos

Outras Notícias