Terapeutas ocupacionais

13 Set 2018 / 02:00 H.

    Gostaríamos de agradecer as palavras de apoio do leitor que no dia 20 de Agosto publicou também uma carta sobre os Terapeutas Ocupacionais. Lamentamos profundamente que não tenham dado a oportunidade à sua filha de aplicar os seus conhecimentos que adquiriu no curso para ajudar os nossos filhos pois ela faz imensa falta. Infelizmente, preferem pôr em causa os tratamentos necessários e condenar o futuro destas crianças do que contratar mais uma Terapeuta para o Centro de Desenvolvimento da Criança (se calhar acham que deve ser um ordenado de mais uma terapeuta que vai rebentar com todo o Orçamento Regional...). Como referimos anteriormente, já fizemos de tudo e não obtivemos quaisquer resultados. Não é por isso que vamos desistir porque desde o seu primeiro momento de vida que nós assumimos o compromisso de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para o ajudar ao longo da sua vida. Mas sozinhos não conseguimos fazer a diferença e obter aquilo que ele precisa agora. Ele e muitas outras crianças.

    Só nos resta apelar aos Pais que estão na mesma situação que nós que não se conformem com a falta de acompanhamento que os seus filhos têm direito e se manifestem como nós, que lutem por eles e não vão em conversas de paninhos quentes ou de desculpas pois não é disso que estas crianças precisam mas sim de acompanhamento profissional! Se todos nós nos unirmos numa só voz, alguém terá de nos dar a devida atenção (em vez de ignorarem como têm feito até agora) e são os nossos filhos que ficam a ganhar, que é o que interessa.

    Afinal de contas, todos nós trabalhamos e pagamos bem para que exista um Sistema Regional de Saúde à nossa disposição...

    Leitor identificado

    Outras Notícias