Tragédia diabólica

20 Jun 2017 / 02:00 H.

    A preto e branco, Portugal está retratado em Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos. Ali tudo se fez cinza e desespero infernal. Amanhã o cheiro da morte provocado pelo fogo assassino, continuará a entrar em casa de todos nós. A nossa dimensão é a da impotência diante de fenómenos diabólicos, mas que a mão do Homem podia intervir para ajudar a atenuar. Porém o Homem, teme pela sua vida e foge, achando a desgraça e o fim logo na estrada cega, com destino trágico. A mão de Deus não se fez sentir. Hoje só as lágrimas e as chagas, crepitam nos corações que choram, e onde a dor é imensa.

    Joaquim A. Moura

    Outras Notícias