Pecados ou Espertezas?

02 Jan 2018 / 02:00 H.

    Cultura corrói cultura

    Cultura cristã? Fora!

    Pecado é não pecar,

    Roubar sem esperteza

    É pecado, é moleza.

    Esperteza e cinismo

    É virtude de louvar.

    Espoliar à descarada

    Merece homenagem

    Ser infiel e enganar

    Comprar pessoa

    De usar e deitar fora

    Merece admiração

    Em jornal e televisão.

    Pecado acabou, Uf!

    Qual bem, qual mal?!

    Tudo é cultural

    Homem ser mulher

    Mulher ser o que quiser

    Até marido doutra igual.

    Que mania de loucos

    Apenas querer dois sexos

    E um casar com outro.

    Naturezas humanas

    E inumanas são dezenas

    Basta querer e sonhar

    Dar morte, vida, é igual

    Na criança e adulto

    Fazer viver e matar

    Os babes e os gerontes

    Dá prémios de se vender

    Dos que fazem dizer

    Matem os de Belém

    E o Trintão de Jerusalém!

    Vender menino e menina

    Para jogos de prazer

    São negócios d’enriquecer

    Mata Deus que estorva

    Põe rei anti-cristo dianho

    Adora-o, tira Jesus

    Faz guerra a seus cristãos

    E a Maria sua Mãe.

    Cultura desajuizada

    De ódio e raiva mortal.

    Do diabo pai de mentira.

    Vade retro, tarrenego, taçoito

    Em dois mil e dezoito!

    Aires Gameiro