Obrigado, Auxílio Maternal

13 Ago 2017 / 02:00 H.

    Venho por este meio expressar a minha gratidão para com os profissionais do Estabelecimento de Educação “Auxílio Maternal”. Terminado mais um ano letivo e uma vez que o meu filho é finalista, queria fazer vários agradecimentos. Em primeiro lugar, uma nota bem especial para a Senhora Dona Cristina Ramos. Foi quem me entrevistou há cerca de 10 anos, aquando da candidatura da minha primeira filha. Já nessa altura fiquei com a certeza que era a creche ideal para os meus filhos. Hoje, terminado o período escolar, quero elogiar e agradecer aos grandes profissionais que eu e a minha esposa tivemos o privilégio de conhecer e lidar na vossa creche, entre os quais quero destacar alguns nomes como a Educadora Isabel e as auxiliares Adelaide Souto e Fátima Grilo, que receberam com grande amor, carinho, competência e profissionalismo a minha filha Inês no ano 2006. De salientar ainda que a senhora Adelaide foi uma heroína visto que a minha filha teve grandes dificuldades de adaptação derivado a um problema de saúde no início. Posteriormente, no ano 2011, tivemos a alegria de voltar a sermos pais. Já com conhecimento das condições da vossa creche, voltámos a colocar o nosso Rodrigo ao vosso cuidado. Tivemos novamente a sorte de encontrar uma equipa de educadoras fantásticas para entregar o nosso segundo filho, as quais passo a identificar a auxiliar Dina Ferreira (será concerteza uma grande educadora quando acabar a sua formação, aliás já o é, porque trata-se de uma profissional fora do comum) e novamente a senhora Adelaide Souto e posteriormente a nossa bem conhecida auxiliar Fátima Grilo, coordenadas pela educadora Rubina Camacho. Vocês, as quatro, formaram uma equipa simplesmente fantástica, com a qual nós, os pais, ficávamos completamente descansados, porque sabíamos que os nossos filhos estavam em boas mãos. Queria ainda deixar um agradecimento muito especial à educadora Rubina que é uma mulher na qual podemos encontrar competência, educação, inteligência, dinâmica etc, etc, etc. Aliás, não encontro mais adjectivos para a qualificar. A prova que tudo isto é verdade foi o reconhecimento dado pela direção do Auxílio Maternal para as novas funções que exerce atualmente, funções essas que só o “Auxílio” e os seus utentes ficam a ganhar. Muito obrigado também para a educadora Dina e as auxiliares Zé Silva, Margarida Monteiro e Rosário (muito boas profissionais, nas quais podemos encontrar características ímpares), as quais também lidaram com os meus filhos por pouco tempo. Quero ainda dizer o meu obrigado ao Nuno, muito educado e com uma prontidão fora do comum, às senhoras da Secretaria, respetivamente Conceição e Teresa, e a todo o staff que, sem a colaboração dos mesmos, o Auxílio Maternal não funcionava com a qualidade que tem. Por tudo isto e muito mais obrigado por terem colaborado na educação dos meus dois filhos.

    João e Magna Freitas

    Outras Notícias