“O arco-íris chegou ao Funchal”

07 Out 2017 / 02:00 H.

    Todos os dias, um número incontável de pessoas são vítimas de discriminação e preconceito por se afirmarem ou serem percecionadas como lésbicas, gays, bissexuais, trans ou intersexo (LGBTI). Na origem deste problema está um preconceito negativo muito forte em relação à homossexualidade, à bissexualidade, à identidade de género, expressão de género e/ou às características sexuais, bem como um desconhecimento do que estas palavras realmente significam.

    A luta das pessoas que hoje falamos - lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo, está, desde o seu início relacionada com a conquista do direito à cidade, a possibilidade de circular e ocupar o espaço público e participar na sua construção quotidiana sem termos de esconder a nossa verdadeira identidade. É querer e poder, sem vergonha, gritar, reivindicar, cantar, dançar e despir a máscara que tantas vezes nos é imposta pelas expetativas sociais. É lutar ao lado dos nossos aliados e reconhecer a sua importância na erradicação da discriminação e das desigualdades sociais.

    Embora os últimos anos tenham testemunhado uma diversidade de conquistas legislativas e de políticas públicas neste campo, as alterações legais não são suficientes para acabar com o preconceito e assim garantir o bem-estar e a segurança quotidiana da população LGBTI – as políticas públicas têm de ser acompanhadas pela criação de estruturas específicas de apoio à população e pelo trabalho concertado nesse sentido.

    É por todas essas razões que hoje, dia 7 de Outubro, torna-se imprescindível todos participarmos no 1º Pride LGBTI que se realiza entre as 15:30 e as 00:00 no Jardim Municipal do Funchal - um evento de cariz social, que tem como principal objetivo dar maior visibilidade à população LGBTI e consciencializar para a diversidade de identidades sexuais e de género, orientações sexuais e expressões de género e características sexuais, bem como, celebrar e reivindicar os direitos das pessoas LGBTI.

    O arco-íris chegou ao Funchal - vem fazer parte dele!

    Associação ILGA Portugal – Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo

    Outras Notícias