“Avariação”de Santana

17 Jul 2017 / 02:00 H.

    É com muita pena minha que vejo que o braço direito do presidente de Santana, atual vereador, se tornou um político por excelência. Isto numa sociedade politicamente evoluída poderia ser um elogio, mas não é. Conheci-o pessoalmente antes de ser variador e tinha grande estima por ele. O mesmo foi o primeiro a afirmar após a vitoria do CDS em Santana nas autárquicas de 2013 que ia ter problemas por não ser nada partidário. Resumindo, tudo ao contrario. Renunciou à religião da família para se batizar apressadamente para se tornar um militante exemplar do CDS. Os artigos que escreve mais parecem enredos de novelas mexicanas dubladas em português. No tempo de antena que teve direito na televisão aproveitou para falar da escolha de plantas para colocar na “reta do barreiro” que acabaram por murchar e a fantástica escolha da cor dos azulejos de um FONTANÁRIO. Internamente dizem as más línguas que além de informador privilegiado do presidente faz pressão sobre trabalhadores internos de outros partidos. É tempo de avaliar o mandato e algumas atitudes.

    João S.

    Outras Notícias