A política e o populismo

07 Out 2017 / 21:16 H.

    A política e o populismo têm sido muito falados por muitos senhores com muitos estudos,que eu não tenho.

    E até hoje eu nunca consegui entender essa discussão.

    Falam de políticas populistas,mas populistas como?

    Quem são os políticos?

    Não são membros do povo?

    Vamos supor que Portugal em vez de apenas prender um cidadão estrangeiro que cometeu um crime aqui,também o deportava,isso também é populista?

    A Inglaterra faz isso há anos e nunca ninguém lhes chamou de populistas por isso,é apenas a arrogância daqueles que estudaram políticas,que são apenas ideiais que criam um caminho para nos levar a objetivos distintos.

    A ideia de que quando se mexe em leis de forma que todos consideram politicamente incorreta é populista é uma das razões porque o nosso mundo continua a apodrecer.

    Há leis no mundo como a do tabaco,que deixa vendê-lo,mete-lhe impostos bem altos,o cancro espalha-se pela população,e entretanto põem fotos nas carteiras de tabaco com doenças provocadas por ele e um número de apoio para o qual ninguém liga,isto aqui é políticamente correto,caso o tabaco fosse proibido,seria uma lei populista,portanto a hipocrisia é melhor.

    O mesmo digo para os combustíveis fósseis,deixam que existam,cobram impostos,o planeta fica poluído e depois fazem um acordo de Paris que dizem mais uma vez que resolve o problema,por ser politicamente correto,quando de facto não deveriam existir esses combustíveis.

    Falei que sou contra coligações porque violam o pluralismo político,mas deve haver quem não goste porque é politicamente correto fazê-las,então sou estúpido.

    Há também quem chame quem escreve as cartas do leitor de cobarde porque não sabem o seu nome,e quem diz isto são políticos com imunidade parlamentar que podem dizer aquilo que lhes apetece sem lhes acontecer nada,e isto é politicamente correto.

    Na Espanha o governo e o rei condenam a Catalunha por querer votar para ser ou não independente,alegando que esse voto não é politicamente correto.

    Eu acho que aquilo que é politicamente correto é o que causa sérios problemas ao mundo,e que apodrece as nossas mentes,esse para mim é o problema.

    Até quando esta arrogância do politicamente correto vai continuar a instalar “malware” nas nossas cabeças?

    Nuno Santos

    Outras Notícias