A polémica na Escola do Curral

10 Nov 2017 / 02:00 H.

    Começa a ser constrangedora toda a situação da escola do Curral especialmente porque é óbvio que por causa de uma guerra a que os alunos, pais e professores da escola são totalmente alheios, no entanto tornam-se as principais vítimas da mesma. De quem é a culpa? Sinceramente a nós pouco importa, Sr. Secretário da Educação. Queremos como pais é ver as situações corrigidas e resolvidas independentemente se o senhor, o presidente da Junta, o presidente da Câmara ou seja lá quem for goste ou não goste do diretor da escola. A verdade é que existem situações estranhas e que acredito nunca ocorreriam se fosse numa escola do Funchal. A turma de 3º ano foi inacreditavelmente unida à de 4º ano, com 23 alunos, alguns dos quais não falam português, existindo mesmo um aluno com graves deficiências integrado na turma. Existe apenas uma professora na sala para as duas turmas. Acredita que as crianças do Curral estão a ter um ensino de qualidade nestas condições? Ou serão menos importantes que as do Funchal? Os mexericos são inúmeros e todos os dias mudam. Os miúdos dizem-nos que o Diretor tem um processo disciplinar em cima porque pertence a outro partido que não o PSD, que têm inveja dele estar sempre na TV e ser famoso desde que a escola do Curral foi a melhor do país, outro dia disseram que há professores na escola de cima com muitas horas extraordinárias, que têm muitos feriados porque não mandam professores para a escola, outros professores estão com baixa pois não aguentam e que a escola está numa confusão danada. Os alunos começam a desmotivar na escola e um local como o nosso Curral das Freiras merecia outro tratamento. Quais serão os resultados escolares este período? Por isso eu apelo, Sr. Secretário a que deixem as vossas guerras para outra altura e reponham a normalidade nas nossas escolas pois para nós, a culpa é de todos os envolvidos excepto dos alunos mas estes é que estão a pagar as favas. A resolução do problema no 1º ciclo é urgente. Vou exigir consequências se a minha filha for prejudicada por toda esta situação. Ninguém está preocupado com os alunos nesta guerra de egos. Resolvam a situação do Curral!

    Sónia Pinto

    Outras Notícias