Verão sintonizado ao S. João

Festas do concelho animam a partir de amanhã o Porto Santo, uma tradição que faz viajar muitos artistas

20 Jun 2017 / 02:00 H.

Para os mais supersticiosos chegou a altura de saltar à fogueira, ao passo que para os mais elaborados é hora de iluminar os céus com os míticos balões. Simbologia, gastronomia e história são os tónicos que fazem da Festa de São João, no Porto Santo, um dos cartazes mais apelativos da ‘ilha dourada’ por estes dias. O certame, que tradicionalmente move centenas de madeirenses até este concelho, tem início amanhã e prolonga-se até domingo, enchendo de movimento as ruas da cidade com as habituais marchas populares, animação de rua, música, comida e bebida.

O programa cultural definido pela autarquia inicia-se amanhã, precisamente quando se inicia a estação do ano mais solarenga, o Verão. Sendo assim, pelas 18 horas, no Largo do Pelourinho, a Banda Musical da Casa do Povo de Nossa Sr.ª da Piedade do Porto Santo abre as hostilidades das festas, onde posteriormente dar-se-á lugar ao ‘São João dos Pequeninos’, com um desfile destinado aos mais novos.

Posteriormente abre-se espaço para os mais velhos com duas lições proporcionadas pelo BRGYM, nomeadamente com um ‘Born & Move’ e ‘Move & Dance’, antes do Coro Infanto-Juvenil Junta de Freguesia do Porto Santo assumir as rédeas da programação musical antes de Joana Câmara ‘tomar de assalto’ o microfone.

Mais tarde, pelas 23h50, sobe ao palco montado no Largo das Palmeiras, Augusto Canário, artista natural de Viana do Castelo e que far-se-á acompanhar pela sua concertina.

Quinta-feira é dia de animação de rua com a Banda Orquestral de Câmara de Lobos ‘Os Infantes’, a navegar até ao Porto Santo para ecoar um ambiente sonoro muito característico pela zona histórica da cidade.

Mais tarde é hora de ‘soltar o bicho’ com Iran Costa, o conhecido cantor brasileiro radicado há vários anos em Portugal, que é o cabeça de cartaz da referida noite. O artista sobe ao palco, no Largo das Palmeiras, pelas 23h50, precedendo a actuação do Grupo de Folclore do Porto Santo (21h30), Carina Teixeira (22h30) e Aosesses (23 horas).

Dia 23 de Junho, sexta-feira, decorre o desfile das Marchas Populares pelas 21h30, nas ruas da cidade, sendo que cada trupe finaliza o seu trajecto junto ao Largo das Palmeiras, o epicentro de toda a festividade.

A música volta às 23h50 no mesmo local onde terminam as marchas, com a actuação de Némanus, dois irmãos que viajam desde Peniche, terra de onde são naturais, para embalar os presentes com ritmos musicais que se enquadram no género do kizomba e funaná.

Pela 1 hora da madrugada o caminho faz-se a descer até à praia junto ao Cais do Porto Santo, onde estará montada na areia uma discoteca ao ar livre.

Na ressaca da diversão, sábado é dia de ‘voltar à carga’ com o hastear da bandeira pelas 9 horas, cerimónia que antecede a sessão e a missa solene referentes ao Dia do Concelho.

Fonte da Pipa (21h30), Eloísa (22h30) e Sónia Soares (23 horas), ‘aquecem’ para a entrada em cena de José Malhoa, artista que dispensa apresentações e que anima este ‘Baile de Verão’ pelas 23h50, seguindo-se a discoteca no areal terapêutico pela 1 hora.

Como forma de encerramento do programa festivo, o Conservatório Escola das Artes - Extensão Porto Santo, apresenta um ensemble de acordões, no Largo das Palmeiras, pelas 21h30, antes de a ginástica acrobática exercitar em cima do palco.

Pelas 22h30 é hora de os Amigos da Música tocarem, antes de Marcial dar por terminadas as Festas de São João.

Outras Notícias