Vento forte derrubou árvores e fez estragos

Uma árvore atingiu uma casa no Monte;
outra um carro
em São Roque

09 Nov 2017 / 02:00 H.

O vento soprou com bastante intensidade e provocou, durante o dia de ontem, vários estragos essencialmente no concelho do Funchal. Uma situação que causou alguma preocupação na população, devido à queda de árvores e galhos que atingiram uma casa e um carro, provocando também ferimentos ligeiros a uma jovem estudante.

Ao início da madrugada, pouco depois da meia-noite, os Bombeiros Voluntários Madeirenses (B.V.M) deslocaram-se abaixo do Terreiro da Luta para procederem ao corte de uma árvore que caiu e obstruiu a estrada.

De manhã, às 9h30, a mesma corporação de bombeiros foi chamada à vereda do Pico da Pedra, no Monte, devido a uma árvore que caiu em cima de uma habitação. Apesar de não ter feito grandes estragos, alguns moradores ficaram alarmados com a situação, muito por culpa das recordações que ainda guardam da tragédia do Monte. Os B.V.M foram ainda alertados para a queda de árvores na Rua Dr. Juvenal, Beco do Sales, Rampa de Santana, Estrada da Boa Nova, Largo Jaime Moniz, Rua Pedro José de Ornelas e Livramento.

Uma outra árvore caiu também no Caminho do Terço, em São Roque, danificando uma viatura que se encontrava estacionada no local. Desta vez, coube aos Bombeiros Sapadores do Funchal fazer o corte da mesma, assim como a limpeza da via que ficou obstruída.

O vendaval que não deu tréguas fez cair também alguns galhos de árvores em frente à Escola Secundária Jaime Moniz. Um deles atingiu de raspão uma aluna deste estabelecimento de ensino, que sofreu alguns arranhões num braço. Esta ocorrência levou ao encerramento da porta de entrada dos alunos daquela escola porque “em primeiro lugar está a segurança dos alunos”, referiu o director Jorge Moreira.

Além disso, o vento preocupou os condutores e residentes da Pena, devido aos galhos de árvores que caíram, um deles mesmo junto ao Colégio de Santa Teresinha. Segundo alguns automobilistas, havia muita ramagem espalhada na berma da estada e em toda a faixa de rodagem, o que obrigou ao encerramento da mesma. Logo abaixo, no acesso à Cota 40, registaram-se também queda de árvores de alguma dimensão.

De referir ainda que a queda de um lampião na Rua Dr. Fernão Ornelas foi uma das consequências deste dia ventoso.

Outras Notícias