“Uma reacção rápida vão ter desta equipa”

Ricardo Chéu garantiu ontem que o União terá amanhã outra atitude

13 Mar 2018 / 02:00 H.

O União tem amanhã a oportunidade de se redimir de uma má exibição em Penafiel, sobretudo durante a primeira parte, diante do Benfica B, em mais uma jornada da II Liga, a 29.ª.

“Não entrámos muito bem no jogo com o Penafiel, demos 45 minutos de avanço, não fomos a equipa que defendemos durante a semana. Falhamos muito até no processo defensivo”, assumiu ontem Ricardo Chéu, o treinador da formação unionista, que olha para o encontro da última ronda como um exemplo.

“É um jogo para recordar porque não vamos querer cair nos mesmos erros nos próximos jogos. Estamos cientes de que falhou alguma coisa e assumo essa responsabilidade. Se calhar, aqui ou ali, não deveria ter dado importância a alguma coisa que acabou por ser decisiva”, referiu, garantindo que a derrota com o Penafiel, na sequência de um empate com o Vitória de Guimarães B, não ‘desmonta’ a estratégia.

“Fica de emenda, falhámos, mas nada põe em causa a nossa forma de estar, a nossa identidade e aquilo que queremos para o futuro. Uma reacção rápida, certamente vão ter desta equipa”, prometeu.

Sem se querer desculpar, Ricardo Cheú, ainda assim, recordou que a semana anterior ao jogo com o Penafiel “foi muito difícil”, por força das condições atmosféricas que influenciaram a preparação do jogo.

“Até na viagem houve alguns atrasos. Acabámos por chegar bastante tarde, tivemos ainda de jantar e é normal que tenhamos perdido o foco, porque havia a dúvidas se havia jogo ou não. Mas não me quero agarrar a esta situação, errámos, errámos todos e assumimos essa responsabilidade”, frisou, garantindo que amanhã haverá outra atitude. “Teremos um União bastante diferente daquele que tivemos em Penafiel”, assegurou.

Ricardo Chéu falou ainda do potencial individual do Benfica B, uma equipa que também tem fragilidades. “Neste momento o nosso adversário não atravessa uma fase tão boa, com tanta regularidade, mas nesta Liga é extremamente difícil manter essa regularidade. Mas tem jogadores que já foram chamados à equipa principal, que foram titulares, portanto, é uma equipa que vale pelas suas individualidades mas que tem alguns problemas no processo defensivo. Como tal, vamos tentar aproveitar essas fragilidades”, explicou.