Três histórias no feminino hoje no MFF

‘Uma Mulher Doce’, ‘Lady Macbeth’ e ‘Madame Hyde’ em cartaz. Hoje há ainda curtas

17 Mai 2018 / 21:04 H.

A 7.ª edição do Madeira Film Festival (MFF) tem três longas-metragens e várias curtas no programa para hoje. As sessões decorrem no Teatro Baltazar Dias às 14 horas, 18h30 e 21 horas, com os filmes ‘Uma Mulher Doce’, ‘Lady Macbeth’ e em estreia nacional ‘Madame Hyde’. Às 16 horas pode seguir a sessão de curtas-metragens.

‘Uma Mulher Doce’ é um filme russo de Sergey Loznitsa, um drama/mistério não despojado de humor construído em torno de uma mulher que vive só numa aldeia na Rússia e que ao ser-lhe devolvida uma encomenda que enviou para o marido na prisão, parte em busca de respostas. “É assim que tem início uma batalha contra uma fortaleza impenetrável. Enfrentando a violência e a humilhação, embarca, contra tudo e contra todos, numa busca cega por justiça”, resume a sinopse, este filme que competiu no Festival de Cannes. Para ver às 14 horas.

‘Lady Macbeth’ é a segunda proposta, chega à sala do Funchal pelas 18h30. Um drama/romance assinado por William Oldroyd, com base no romance ‘Lady Macbeth de Mtsensk’, de Nikolai Leskov. A produção inglesa passa-se na Inglaterra rural em 1865. É centrada também numa mulher, ‘Katherine’, oprimida pelo seu casamento de conveniência e que acaba por se envolver com um jovem trabalhador da propriedade.

Às 21h é exibido ‘Madame Hyde’, um drama francês de Serge Bozon. “A Sra. Géquil é uma professora tímida desprezada por colegas e alunos. Numa noite de tempestade, é atingida por um raio e desmaia. Quando acorda, sente-se decididamente diferente. O aparecimento da perigosa Sra. Hyde rapidamente influencia os métodos de ensino da Sra. Géquil”, lemos na sinopse.

A selecção de curtas começa com ‘Tu | You’, de Hugo Pinto, continua com ‘Quiver’, de Shayna Connelly, ‘Taking Flowers Is Not Allowed’, de Leandro Guterres e ‘A Universal Love Story’, de Natalie Macmahon. ‘Seascape’, realizado por Leni Huyghe e ‘I’m Not Sure’, da autoria de Gabriel Hensche fecham a selecção.

O bilhete para cada sessão custa 3 euros.