Três detidos após rusga nas Malvinas

300 doses de heroína e dinheiro foram apreendidos nesta acção policial

07 Fev 2018 / 02:00 H.

A apreensão de uma elevada quantia monetária, mas também de heroína foi o resultado de uma rusga policial, levada a cabo na manhã de ontem, no Complexo Habitacional da Torre, vulgarmente conhecido como Bairro das Malvinas, em Câmara de Lobos. Dois homens e uma mulher foram também detidos no âmbito desta operação.

Foi por volta das 11 horas que várias viaturas da PSP chegaram ao bairro, fechando os acessos ao mesmo. Além da Esquadra de Investigação Criminal, estiveram no local equipas da Unidade Especial da Polícia, Brigada de Intervenção Rápida e equipas cinotécnicas.

A rusga incidiu em três habitações, referenciadas pelas autoridades como podendo ser o esconderijo de droga e dinheiro resultante do seu tráfico, o que se veio a comprovar. A operação foi dada por terminada por volta das 12h30.

Forte aparato policial gerou
muita curiosidade

Com os acessos cortados, apenas se podia circular a pé no interior do Bairro das Malvinas e após revista. As viaturas da PSP impediam a passagem de outros veículos e foram às dezenas aqueles que se colocaram às suas varandas ou à estrada para assistir de perto a toda a acção policial. Entre aqueles que desvalorizavam a situação, outros lamentavam o transtorno causado por mais uma rusga.

Tal como constatou o DIÁRIO, a aparente calma ao chegar junto à escola contrastava com o burburinho causado pelos curiosos que se deslocaram ao local onde se concentrava a maioria dos meios policiais.

Outras Notícias