Trans Madeira traz à Região
113 estrangeiros

02 Fev 2018 / 02:00 H.

Após o sucesso do Enduro World Series Madeira, em Maio do ano passado, que trouxe 370 atletas a competir na Região na maior e mais conhecida prova do Mundo da modalidade, o Clube Caniço Riders e a empresa de animação turística Freeride Madeira vão promover mais uma grande aventura, intitulada Trans Madeira, que se realizará entre os dias 5 a 9 de Junho.

Serão mais de 200 quilómetros distribuídos em cinco dias de competição numa prova multi-etapa que tem início em Machico e final no Paul do Mar, cumprindo-se assim o conceito de travessia.

Ao longo do percurso e dos vários dias de prova, os atletas vão competir em mais de 25 etapas especiais em formato de passagem única sem treinos.

Estas etapas estão distribuídas por vários municípios da Região e terá passagem obrigatória por Machico, Funchal, Santa Cruz, Câmara de Lobos, São Vicente, Porto Moniz e Calheta, com vista a valorizar e potenciar o melhor que a Madeira tem para oferecer, sendo que o vencedor será o que somar menor tempo no resultado de todas as etapas especiais, uma tarefa que colocará os atletas a competir nos limites das suas capacidades.

As inscrições abriram no passado 15 de Dezembro, momento em que entrou em acção um plano de promoção do destino e da competição, atingindo os maiores sites da modalidade que partilharam a notícia, valorizando sempre a diversidade das paisagens, trilhos e gastronomia que a Madeira oferece, e encerrou ontem pois estava limitado a 115 participantes, número que foi garantido a mais de quatro meses da prova.

Contabilizam-se 26 nacionalidades diferentes, com o Reino Unido, Alemanha e Suíça a liderarem as inscrições, sendo de destacar que a prova contará também com atletas do Brasil, Dinamarca, Áustria, México, Estados Unidos da América, Austrália, Itália, Canadá, Noruega, França, Holanda e Portugal, que terá apenas dois representantes, um dos quais o madeirense, Emanuel Pombo.

Dos inscritos, 83% nunca visitou a Madeira, bem como algumas lendas da modalidade que têm promovido a Madeira activamente nas suas redes sociais, todos eles já conhecedores e visitantes assíduos da Região. É o caso dos ingleses Steve Peat e Josh Bryceland, o francês Jerome Clementz e o canadiano Yoann Barelli, que entre si contabilizam mais de um milhão de seguidores, na grande maioria um público-alvo que procura novos destinos para a prática da modalidade.

Junta-se ainda à competição o director do Enduro World Series, Chris Ball, que ficou deslumbrado pelo ambiente da competição internacional do ano passado.

Ao longo da semana de competição, os atletas irão contabilizar cerca de 6.500 metros de subida e 11.000 metros de descida.

Outras Notícias