30 milhões a ‘arder’

Governo de Costa ainda não pagou verbas acordadas depois dos incêndios de 2016

13 Jun 2018 / 02:00 H.

Em 2016, logo após os incêndios que atingiram a Madeira, numa reunião que decorreu na sede do Serviço Regional de Protecção Civil, o primeiro-ministro assumiu que seriam reforçadas as verbas do Fundo de Coesão Europeu destinadas à Região, para fazer face aos custos de várias obras de consolidação de escarpas e taludes, afectados pelos incêndios. Ao todo seriam 30,5 milhões de euros,...

Outras Notícias