Suspeito de matar a tia vai ser hoje presente ao juiz

o arguido foi ontem à tarde ouvido pelo procurador do ministério público

20 Mai 2017 / 02:00 H.

O homem suspeito de matar a tia à facada, na passada quinta-feira, em Machico, foi ontem ouvido no Tribunal de Santa Cruz pelo procurador do Ministério Público mas apenas durante a manhã de hoje será presente ao Juiz de Instrução, no Funchal, para determinação das medidas de coacção. Tudo indica que ficará em prisão preventiva, a aguardar julgamento.

Tal como o DIÁRIO já noticiou, este crime ocorreu aparentemente num contexto de represálias. O homem muniu-se de uma faca de cozinha e agrediu a tia, de 66 anos, até à morte.

O tio, que presenciou o crime, dirigiu-se à PSP mas quando os meios de socorro chegaram a vítima já não apresentava sinais vitais.

De referir também que segundo depoimentos da vizinhança, as discussões e ameaças por parte do sobrinho à vítima eram frequentes.