Sociedade vai gerir Estaleiro dos Socorridos

01 Dez 2016 / 02:00 H.

O Conselho de Governo decidiu ontem, em reunião na Quinta Vigia, autorizar a adjudicação do Estaleiro Naval dos Socorridos a uma sociedade comercial, que apresentou a proposta financeiramente mais vantajosa.

Foi ainda decidido declarar de interesse público estratégico um conjunto de investimentos em regadios colectivos, nomeadamente a ‘Recuperação do Lanço Sul da Levada do Norte – Túnel do Espigão’, que engloba a construção de um grande túnel com 4.900 metros de extensão, e a recuperação de outros seis ao longo do traçado da Levada do Norte. O Governo Regional, através da Águas e Resíduos da Madeira, pretende candidatar estes investimentos ao PRODERAM 2020.

Para além deste, serão recuperados seis túneis que já existem ao longo do traçado da Levada do Norte: quatro no troço entre a Central Hidroelétrica da Serra de Água e a Ameixeira, no concelho da Ribeira Brava, com uma extensão total de 1.200m, e dois no concelho de Câmara de Lobos (Pau Branco e Cabo Girão) com uma extensão total de 460m.

O Conselho de Governo decidiu também atribuir apoios financeiros ao Centro Luís de Camões (até 9.500 euros), à Casa do Povo do Arco de São Jorge, com valência de Centro de Dia (84 mil euros para o período de três anos) e sete contratos-programa de desenvolvimento desportivo, abrangendo praticantes, clubes e associações regionais, no montante global superior a 1,5 milhões de euros.

Foi decidido também aprovar uma proposta de Decreto Legislativo Regional, a enviar à Assembleia Legislativa, que cria e regulamenta as novas carreiras especiais de inspecção de pescas e de agricultura da Região.