Sem subsecretários e com outros directores

Novos secretários tomam posse na terça-feira. Mudanças na orgânica vão implicar saídas de directores regionais. Vertente política é reforçada e Pedro Calado é um super-secretário

13 Out 2017 / 02:00 H.

Em 2015, logo após ganhar as eleições regionais com maioria absoluta, Miguel Albuquerque admitiu formar um governo com secretários e subsecretários e com um número muito reduzido de directores regionais. Acabou por não o fazer e até se viu obrigado a incluir no executivo elementos que não pertenciam ao seu círculo mais próximo e que o ajudaram, primeiro, em 2012, a enfrentar Jardim...

Outras Notícias