Sarampo

vacina já foi legislada no país como obrigatória mas franceses ainda recusam

14 Fev 2018 / 02:00 H.

Uma mulher de 32 anos, não vacinada, morreu de sarampo num hospital em França, levando as autoridades a reforçar o apelo em defesa das vacinas, num país que desconfia delas, adiantou a AFP. A mulher morreu a 10 de fevereiro, de acordo com o Centro Hospital Universitário (CHU) de Poitiers, na região oeste de Nouvelle-Aquitaine, oeste de França.

A morte acontece numa altura em que...

Outras Notícias