S. Jorge recupera atribuição dos prémios escolares

21 Abr 2017 / 02:00 H.

O artista madeirense Miro Freitas actua amanhã à noite em São Jorge, no primeiro de dois dias de comemorações alusivas ao 502º aniversário da freguesia.

Este ano o programa de festas foi reduzido a dois dias - sexta e sábado - para garantir o retomar da atribuição de prémios monetários aos melhores alunos da freguesia.

Além da animação musical, com concertos nas duas noites – no sábado actua a banda da casa ‘Stratus’ – há outros motivos de interesse neste assinalar do ‘Dia da Freguesia’. Destaque para o regresso da entrega de prémios aos melhores alunos da freguesia - o melhor do 1º ciclo, e os melhores de cada ano lectivo dos 2º e 3º ciclos. Ao todo são 1.600 euros que a Junta de Freguesia atribuirá aos melhores alunos de cada ciclo e em relação aos dois anos lectivos transactos.

Paula Caldeira, a presidente ‘interina’ na Junta de Freguesia, em substituição do eleito Nuno Matos (emigrou), justifica que “a opção dos dois dias de festa aconteceu para por exemplo ter dinheiro disponível para cumprir com uma marca que vem desde o presidente Teófilo Cunha, que foi o primeiro a atribuir em São Jorge este tipo de prémios aos melhores alunos, quando foi presidente da Junta”, relembra a autarca do CDS. Assume mesmo que “os prémios não foram entregues no último ano por falta de verbas e por isso tivemos de decidir. Ou fazia-mos três dias de festa ou fazia-mos dois dias. A opção foi dois dias de festa e voltar a dar os prémios aos alunos”, esclarece.

Além do retomar da atribuição dos prémios aos melhores alunos da freguesias, a ser entregue esta sexta-feira, destaque também para a inauguração de exposição ‘O Caminho Real 23’ da autoria de Márcio Matos, um estudioso e historiador da freguesia que, juntamente com o conhecido fotógrafo Gregório Cunha. Exposição que estará aberta ao público no piso inferior do edifício da Junta de Freguesia, recentemente alvo de obras de conservação, proporcionando agora renovadas condições.

O primeiro dia de festa, que arranca às 19 horas com a Banda do Arco de São Jorge, tem como ponto alto na animação, o concerto de Miro Freitas, a partir das 22 horas. Segue-se a actuação do Dj Xicoboy, até as primeiras horas da madrugada.

No sábado, o ponto alto é a cerimónia religiosa ao final da tarde (19h30). Uma missa solene que será acompanhada pelo Exército, que tem São Jorge como seu padroeiro, seguida de procissão com honras militares.

Depois a festa instala-se no exterior, com as actuações do Grupo Folclórico da Casa do Povo de Santana, do acordeonista Buzico, e da banda local ‘Stratus’. O Dj David Cunha encerra a Festa da Freguesia com música pela madrugada dentro.

Outras Notícias