Ricardo Valente e Murilo querem o prémio ‘Pichichi’

Maritimista Tiago Nunes também mostrou veia goleadora na última ronda

14 Mar 2018 / 02:00 H.

Ricardo Valente (I Liga), Murilo (II Liga) e Tiago Nunes (Campeonato de Portugal) foram os protagonistas da última jornada dos diversos campeonatos nacionais.

O maritimista esteve ‘endiabrado’ no jogo com o Vitória de Vetúbal, bisou na partida, e passou a contar com sete golos no campeonato, mais três que Rodrigo Pinho, que também marcou na derradeira partida.

Já na II Liga, Murilo beneficou de um passe sublime de Ricardo Gomes para fazer o golo da vitória do Nacional sobre o Sp. Braga B, e ultrapassou o colega de equipa na lista de melhores marcadores do segundo escalão.

Não menos importante foi o virtuosismo que Tiago Nunes que, ao serviço do Marítimo B, fez um ‘poker’ no jogo com o Fornos de Algodres.

De referir que o jovem avançado português, de 21 anos, natural de Vila Franca de Xira, marcou quatro golos e ficou a um de João Rui (Camacha), que lidera a tabela de melhores marcadores das equipas madeirenses no Campeonato de Portugal.

São estes os ‘Pichichis’ do momento, que tentam honrar a memória de Rafael Moreno Aranzani, que se tornou uma lenda no futebol, com a alcunha de ‘Pichichi’, o maior goleador espanhol da primeira parte do século XX, que brilhou ao serviço do Athletic Bilbau, que continua a ser homenageado anualmente através de um prémio que é entregue ao final de cada temporada da ‘La Liga’, pelo jornal espanhol Marca, ao artilheiro do campeonato.

Essa luta, envolvendo as equipas madeirenses, também promete, talvez menos na I Liga, porque Ricardo está demasiado Valente.