Região reforça aposta nos parques empresariais

Madeira parques empresariais e Baía do Tejo querem reforçar os seus laços

19 Out 2016 / 02:00 H.

A Madeira Parques Empresariais e a Baía do Tejo pretendem reforçar os seus laços, promovendo os parques industriais e terrenos que se encontram sob a sua gestão, por forma a fomentarem a ampliação de empresas.

Jacinto Pereira, presidente do conselho de administração da Baía do Tejo, informou ontem que esta empresa pública tem diversos terrenos na margem esquerda do Tejo, pertencentes a parques empresariais, que se revelam como uma opção para as empresas com sede na Madeira que queiram expandir-se para o continente.

Assim, foi assinado um protocolo que pretende reforçar esta relação e dar a conhecer às empresas que se encontram nos parques empresariais geridos por estas duas entidades as possibilidades de expandirem os seus negócios quer para a Madeira, quer para Lisboa.

Além de dar a conhecer as possibilidades de fixação de empresas nos parques empresariais envolvidos, as entidades esperam que se possa fomentar uma maior cooperação entre as empresas envolvidas. “Uma empresa que esteja localizada num destes parques empresariais terá mais facilidade de estabelecer contactos com outras que se encontrem nesse mesmo espaço”, exemplificou.

Eduardo Jesus, secretário da Economia, Turismo e Cultura, reforçou a importância de aumentar esta colaboração, uma vez que “nos 12 parques empresariais existentes na Região, a taxa de ocupação situa-se nos 50%”, existindo assim “muito espaço para mais empresas”.

O secretário ressalvou que este protocolo faz parte do plano de dinamização dos parques da Parques Empresariais da Madeira, dotando-os de mais condições para as actividades económicas.

A assinatura deste protocolo de cooperação decorreu no espaço Infoart, da secretaria tutelada por Eduardo Jesus.

Outras Notícias