Regesso ao trabalho com Gamboa incluido

Piqueti, Zainadine, Amir e Diney continuam ao serviço das suas selecções

14 Nov 2017 / 02:00 H.

Gozada a folga durante o fim-de-semana, em que a I Liga esteve uma vez mais parada, o plantel profissional do Marítimo retomou os treinos na tarde desta segunda-feira, com uma sessão de trabalho desenvolvida no relvado do complexo desportivo do clube, em Santo António. As atenções estão agora focadas para Santa Maria de Oliveira onde, no próximo domingo, os verde-rubros defrontam a AD Oliveirense, em jogo da 5ª eliminatória da Taça de Portugal.

No regresso ao trabalho Daniel Ramos não contou ainda com quatro dos jogadores que estão ao serviço das suas selecções nacionais: Piqueti e Zainadine, que se defrontaram na noite de ontem num confronto amigável entre as selecções da Guiné Bissau e Moçambique; Amir, que está ao serviço do Irão de Carlos Queiroz, e Diney, cuja selecção de Cabo Verde defronta hoje o Burkina Faso, no último jogo de qualificação para o ‘mundial’ 2018.

Já Gamboa, que estava nos Sub-21 de Portugal, ontem reintegrou o grupo de trabalho verde-rubro. O jovem médio português sofreu uma lesão muscular de média gravidade nos treinos da selecção, que o levou a ser dispensado por Rui Jorge, mas já nesta segunda-feira trabalhou integrado, pese embora ainda de forma condicionada.

Gamboa quase recuperado

Pese embora Gamboa esteja praticamente refeito da lesão sofrida ao serviço da selecção nacional de Sub-21, deve ser poupado no jogo da Taça de Portugal, no próximo domingo, até pelo facto do piso do Estádio de Ribes, onde vai o Marítimo jogar, ser de relvado sintético.

De resto, Daniel Ramos trabalhou ontem com 20 jogadores, mais dois guarda-redes (Charles e Broetto). De fora fiaram apenas Fabricio Baiano (gozou folga) e Filipe Oliveira (fez treino de recuperação activa), que jogaram pela equipa B, no domingo, na vitória sobre a União de Leiria, já que o quadro clínico verde-rubro apresenta agora apenas dois jogadores em fase de recuperação final das lesões que sofreram: Pablo Santos e Ghazaryan. Mas, se o defesa brasileiro ainda treina integrado mas de forma condicionada, já o internacional arménio está plenamente integrado no trabalho de grupo, recuperando apenas os níveis físicos perdidos numa paragem longa.

Refira-se que Pedro Coronas também está recuperado da lesão que o tem mantido afastado dos jogos desde a pré-temporada, pelo que o panorama no plantel maritimista apresenta-se mais desanuviado em termos de lesões, caminhando para alguma normalidade.

Outras Notícias