Recuperou negócio e transformou-o numa referência

13 Jul 2018 / 02:00 H.

António Teixeira e Miguel Sousa são dois jovens empreendedores madeirenses que contornaram as dificuldades de acesso ao mercado de trabalho desenvolvendo ideias de negócio com perspectivas de sucesso. Em comum, além do facto de terem sido capazes de desenvolver arrojados projectos que criam rendimentos e postos de trabalho – António criou a MedicalTex, loja de produtos médico/ortopédicos e Miguel abriu a MS Pro Bikes, stand de venda de motos, peças e acessórios – ambos tiveram o apoio determinante do microcrédito atribuído pelo Millennium BCP, parceiro decisivo na concretização destes seus sonhos.

O espírito empreendedor de António e Miguel, associado ao sucesso das empresas que criaram, foi premiado na última edição do Prémio Realizar, iniciativa anual daquele banco onde são candidatos todos os microempreendedores com projectos aprovados pelo Millennium BCP Microcrédito e tem por objectivo reconhecer a criatividade e a qualidade das ideias de negócio.

Dividido em duas categorias (Dinamismo e Inovação e Melhor Execução), são premiados os três melhores projectos em cada categoria. Entre as mais de 300 candidaturas concorrentes à 6ª edição do Prémio Realizar (projectos aprovados entre 1 de Julho de 2016 e 30 de Junho de 2017) o projecto da loja MedicalTex foi o vencedor na categoria Dinamismo e Inovação, valendo a António Teixeira um prémio de 5 mil euros.

“Faz agora (20 de Junho) um ano que pedi o microcrédito, por isso, ganhar este prémio foi motivo de muito orgulho. Só de saber que entre 300 e tal estava entre os seis, para mim já era uma vitória. Ficar em primeiro foi ainda melhor. Foi um encaixe de tesouraria na empresa muito importante. O dinheiro foi canalizado não só para comprar ortopedia mas também para fazer algo diferente. Potenciamos a parte de ortopedia e de fisioterapia, onde temos um ginásio de fortalecimento muscular – trabalhamos praticamente a vertente desportiva de recuperação muscular – e ainda conseguimos acrescentar mais valências ao longo do tempo, também com a ajuda do microcrédito e com a ajuda dos 5 mil euros de prémio, que ajudou bastante. Neste momento fazemos mesoterapia homeopática – na parte da dor e na parte estética – e estamos a começar na consulta de osteopatia. Também já conseguimos ter um pedólogo que faz palmilhas por medida na loja. Tudo só possível com esta grande ajuda que o banco me deu”, salienta o agora empresário.

A MedicalTex é agora uma empresa vocacionada para a comercialização de produtos ortopédicos, dispositivos médicos, ostomia, material de fisioterapia, electroterapia, posicionamento e de mais produtos de apoio na área de saúde.

Já Miguel Sousa, com o projecto MS Pro Bikes, foi um dos dois finalistas na categoria de Melhor Execução. Foi premiado com uma menção honrosa de mil euros.

“É sempre importante vermos o nosso trabalho valorizado e sermos reconhecidos. Mas é preciso ser trabalhador e empreendedor, e não trabalhar só das 9 às cinco da tarde, porque isto implica horas a fio de trabalho e algum sacrifício pessoal e familiar”, salienta.

Recuperou negócio e transformou-o numa referência

Ambos dão graças ao microcrédito e ao BCP pelo contributo decisivo na criação dos seus negócios que contribuíram também para gerar novos postos de trabalho.

As histórias de vida destes dois empreendedores reforça ainda mais o sucesso que encontraram nestes projectos que abraçaram.

Depois de quase década e meia de experiência na área da saúde, o declínio da empresa onde trabalhava atirou António Teixeira para o desemprego. Chegou a concorrer a um programa de emprego do Instituto de Emprego e quando “já tinha feito um projecto para ‘trabalhar na rua’ junto dos hospitais e das clínicas”, eis que decide adquirir a empresa onde fora funcionário.

“Na altura que pedi o microcrédito surgiu a oportunidade de aquisição da loja onde trabalhava. O que só foi possível com a ajuda do microcrédito, caso contrário não conseguia”, admite.

Dado o passo decisivo, a vida de António – e também da irmã - ganhava um novo rumo com a abertura da loja MedicalTex, situada na Rua Conde Canavial, no centro do Funchal. A irmã, enfermeira licenciada que se encontrava a trabalhar em Londres, “despediu-se para vir para a Madeira colaborar neste projecto. Foi a minha fiadora (risos) e é o meu ‘braço direito’”, sublinha.

Entretanto foi reforçando a loja de mais-valias, nomeadamente actividades de fisioterapia, sendo já uma referência em produtos de apoio na área de saúde e enfermagem.

Com a empresa a crescer e o volume de facturação a subir, António Teixeira tem (boas) razões para sorrir, mais ainda por conseguir “refazer uma casa que tinha sido completamente desfeita”.

Vocacionada para a comercialização de produtos ortopédicos, dispositivos médicos, ostomia, material de fisioterapia, electroterapia, posicionamento e de mais produtos de apoio na área de saúde, a MedicalTex é uma empresa que se preocupa com o bem-estar dos seus clientes, indo sempre ao encontro das suas necessidades, através do aconselhamento técnico especializado e personalizado dos seus profissionais.