PS quer 3 medidas no OE2018

Deputados da Madeira, Carlos pereira e Luís Vilhena vão fazer as propostas

31 Out 2017 / 02:00 H.

O presidente do PS-Madeira, Carlos Pereira, anunciou, ontem, em conferência de imprensa, que os dois deputados socialistas madeirenses à Assembleia da República, Luís Vilhena e Adelaide Ribeiro, vão apresentar propostas de alteração em três áreas, em sede de discussão na especialidade do Orçamento do Estado para o próximo ano (OE2018).

Na prática, os socialistas madeirenses vão insistir nas verbas para a construção do novo hospital, no qual Carlos Pereira instou o Governo regional da Madeira a “dar corda aos sapatos”, que é como quem diz para cumprir a sua parte, nomeadamente as expropriações (1,5 milhões de euros incluídos no Orçamento Regional para 2017 de cerca de 25 milhões previstos) e o próprio projecto, apresentando o valor exacto para a construção da infra-estrutura. No ano passado, a República comprometeu-se a financiar metade da obra.

O líder socialista regional disse ainda que os dois deputados vão apresentar uma outra proposta para reduzir os juros que a Região paga pelo empréstimo que contraiu ao Estado. “É um compromisso mais difícil”, confessou. “Não vamos ainda discutir ou abordar qual será a dimensão dessa redução, mas é uma proposta que vai dar entrada”.

Por último, referiu que serão apresentadas propostas na especialidade relacionadas com a vinda dos emigrantes da Venezuela, nomeadamente para o suporte dos sobrecustos com despesas de saúde e educação, requalificação de habitações e empreendedorismo, que seriam consagrados no orçamento.

Carlos Pereira conta com o apoio da bancada parlamentar, nomeadamente do seu presidente, Carlos César, para incluir estas medidas na proposta do OE2018 do Governo socialista.

Outras Notícias