Protecção Civil e INEM celebram protocolo em socorro marítimo

09 Fev 2018 / 02:00 H.

É esta tarde, na sede do INEM - Instituto Nacional de Emergência Médica, em Lisboa, que vai ser celebrado um protocolo de colaboração entre o INEM e o Serviço Regional de Protecção Civil (SRPC) no âmbito do Serviço de Assistência Telemédico Marítimo (TMAS).

Segundo o que o DIÁRIO apurou, na cerimónia desta tarde estarão presentes o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos e o presidente do SRPC, José Dias.

O protocolo visa sobretudo melhorar a articulação entre o Centro de Orientação de Doentes Urgentes do INEM (que tem como objectivo a recepção das chamadas de socorro e aconselhamento por parte do Maritime Rescue Coordination Centre) na área da emergência pré-hospitalar, e os serviços do SRPC (Centro Integrado de Comunicações e EMIR), com vista ao reforço da capacidade de resposta de Portugal no âmbito da assistência telemédica marítima.

Refira-se que o INEM é responsável por um serviço nacional de Assistência Telemédico Marítimo. Porém, a jurisdição desta entidade é exercida exclusivamente sobre o território continental, sendo que, na Região, compete ao SRPC coordenar toda a actividade pré-hospitalar na Madeira e Porto Santo, garantindo a evacuação aeromédica entre ilha. Há que salientar que as aeronaves da Força Aérea Portuguesa que são utilizadas na evacuação de doentes entre-ilhas, são as mesmas que estão envolvidas nas missões de busca e salvamento marítimo.

“A melhoria da coordenação operacional local entre os diversos agentes envolvidos, e a criação de sinergias entre o INEM e o SRPC, IP-RAM, resultam no aumento de eficiência em termos operacionais para o sistema, e para a população abrangida”, salienta o documento que será hoje oficializado.

No âmbito desta parceria, ao INEM compete ministrar formação aos médicos que prestam serviço no SRPC sobre os procedimentos de um TMAS, sendo que, depois de concluída essa fase, serão reencaminhados para a entidade regional todos os pedidos de apoio realizados dentro da área abrangida peço Sub-Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal. O INEM vai também colaborar com o SRPC na ciração de um pólo do Serviço de Assistência Telemédico Marítimo para melhorar a articulação com o sub-centro regional e garantir a redundância da assistência telemédica marítima ao nível nacional.

No que concerne o SRPC, o protocolo prevê que sejam garantidos os requisitos técnicos necessários para receber e processar todas as chamadas transferidas do INEM, oriundas da área de responsabilidade nacional de busca e salvamento marítimo ou de embarcações de pavilhão nacional, assim como, articular as acções de busca e salvamento com os demais intervenientes.

Após a celebração do protocolo será nomeado um representante pelos órgãos directivos de ambas entidades, a quem competirá acompanhar a sua implementação.

Outras Notícias