Privado mais barato do que no público

11 Set 2018 / 02:00 H.

O Sindicato dos Professores da Madeira (SPM) aproveitou, ontem, a abertura das actividades de educação pré-escolar para denunciar “alguns problemas neste sector”.

No topo das queixas, as mensalidades que “nalguns casos são mais caras no público do que no privado. Nós achamos isto insustentável”, criticou Francisco Oliveira. O coordenador do SPM desafiou a Secretaria a “repensar as...

Outras Notícias