‘Por Falar Noutra Coisa’ vem ao Funchal para fazer rir

Funchal acolhe em Novembro ‘stand-up comedy’ integrado na digressão do mediático blogger Guilherme Duarte

15 Set 2017 / 02:00 H.

É o autor de um dos ‘blogs’ mais famosos de Portugal, que já ultrapassou as 26 milhões de visualizações, tendo vencido, em 2016, os prémios de ‘Blog do Ano’ e ‘Melhor Blog de Entretenimento’, contando com mais de 290.000 seguidores no Facebook. Chama-se Guilherme Duarte, é um dos mais promissores humoristas da nova geração e criador do ‘blog’ ‘Por Falar Noutra Coisa’ (http://porfalarnoutracoisa.sapo.pt), que se prepara para ‘saltar’ do mundo digital e realizar a sua primeira digressão de ‘stand-up comedy’ pelo País.

Esta odisseia por Portugal, que levará o humor desconcertante e mordaz de Guilherme Duarte a vários pontos do País, inclui a estreia ao vivo no Funchal, mais precisamente no Centro de Congressos da Madeira.

Quem trará o espectáculo ‘Por Falar Noutra Coisa’ será a Puppetry Productions (a mesma que organiza o NOS Summer Opening), que marcou a comédia para a noite de 25 de Novembro.

Os bilhetes vão custar 12 euros e estarão à venda a partir da próxima segunda-feira na Fnac Madeira, Casino da Madeira e tickeline.pt.

De resto, com mais de 6.000 livros vendidos, Guilherme Duarte é co-autor do Podcast ‘Sem Barbas Na Língua’ que se encontra no top 5 do iTunes e autor de várias campanhas de activação para marcas como a Hendrick’s, Fnac, Planta e SOS Animal. A sua série de ‘sketches’ ‘Falta de Chá’ já ultrapassou o milhão de visualizações.

Sobre o ‘blog’

“‘Por Falar Noutra Coisa’ é um blog que contém opiniões, raramente sérias, na maioria das vezes parvas. O autor, Guilherme, tem 30 anos e vive na Buraca. Cedo aprendeu que fazer rir era bom, sobretudo para desarmar assaltantes. Gosta de escrever, fotografar, ver séries e filmes pirateados, e dança jazz para acender luzes nas casas de banho públicas. É cinturão branco de jiu jitsu, coisa que vale tanto em termos de defesa pessoal como ter herpes. Como a vida de consultor era demasiado bem-humorada decidiu também começar a escrever humor e a fazer ‘stand-up comedy’ para contrabalançar”.