Polícia Marítima apreendeu redes ilegais na costa sul da ilha da Madeira

Redes de emalhar não são permitidas desde os anos 90 para proteger ecossistema

16 Jul 2017 / 02:00 H.

Oito redes de tresmalho não licenciadas, não identificadas, nem sinalizadas, com um comprimento total de 404 metros foram apreendidas pela Polícia Marítima, no passado dia 13 de Julho, na costa sul da Madeira.

A acção resultou de investigações levadas a cabo pelo pessoal do Grupo de Mergulho Forense e Operações Policiais Subaquáticas – Destacamento da Madeira (GMFOPS – DM). O objectivo passava por detectar e apreender redes ilegais na costa sul da Ilha da Madeira.

“Desde o início dos anos 90 do século XX que a Direcção Regional de Pescas não licencia redes de emalhar, medida que, para além da protecção dos ecossistemas marinhos, tendo em vista a sua exploração sustentada e sustentável, visa em especial a protecção do lobo-marinho (Monachus monachus) e decorre da criação da Área de Protecção Especial das Ilhas Desertas, em 1990”, explica a Polícia Marítima, através de comunicado.

Outras Notícias