Obra para braguinha nas mãos da multidão

‘10 Peças Clássicas para Braguinha’, de Paulo Esteireiro, está em campanha de crowdfunding

13 Ago 2017 / 02:00 H.

Depois de ter editado em 2014 ‘10 Novas Composições para Braguinha’ e de ‘10 Danças para Braguinha’, no ano passado, Paulo Esteireiro prepara-se para colocar no mercado ‘10 Peças Clássicas para Braguinha’, mais uma obra dedicada a este instrumento tradicional, um dos cordofones madeirenses. Para isso está a recorrer a uma campanha de crowdfunding.

A que realizou para o primeiro título através da Associação Regional de Educação Artística (AREArtística), que edita as obras, correu bem, tendo angariado em vez de 600 euros, 712. A actual, iniciada na terça, está com 40% do valor conseguido e mais de um mês para contribuir. Disponível no endereço https://ppl.com.pt/pt/prj/braguinha, termina a 2 de Outubro.

Desta vez a AREArtística está à procura de 650 euros, já que os outros 850 estão assegurados pela própria. Com um custo total de 1.500 euros, 1.100 estão destinados à impressão dos livros e outros 400 euros para os CD que vão acompanhar a obra. Neste momento 16 pessoas já apoiaram com 260 euros. .

Com este novo livro, Paulo Esteireiro e a AREArtística pretendem aumentar o repertório disponível para as pessoas que queiram aprender a tocar o instrumento, disponibilizando onze temas escritas em notação musical convencional e em tablatura, de compositores conhecidos como Mozart, Bach ou Vivaldi, mas também de anónimos. Ao mesmo tempo, escreveram, “esta campanha visa sensibilizar a população para a importância dos instrumentos tradicionais madeirenses, nomeadamente o braguinha e o rajão, no surgimento dos instrumentos Havaianos ukulele e taro-patch”. Paulo Esteireiro recorda que a globalização do braguinha começou mo século XIX, quando emigrantes madeirenses levaram estes instrumentos para o Havai.

Os apoios começam em 1 euro, em troca um agradecimento. Com 10 euros já tem direito a um exemplar e com 15 a um livro autografado. Os apoios de 75 euros ou mais dão direito a um logo na contracapa, livro autografado e outras cinco edições da AREArtística.

Outras Notícias