“O maior pecado dos tempos modernos é sermos indiferentes à dor dos outros”

O DIÁRIO esteve à conversa com o padre Tony Sousa, pároco da Igreja da Boa Nova, que gasta toda a sua energia a praticar e a dar aulas de ‘Body Combat’. O sacerdote debruçou o seu olhar sobre a religião na Madeira e defendeu o padre Giselo

25 Dez 2017 / 02:00 H.

Depois de uma conversa que se estendeu durante cerca de uma hora, percebemos o porquê de muitos classificarem o padre Tony Sousa como um homem que nasceu à frente do seu tempo.

Numa mensagem de esperança e alegria enviada a todos os fiéis para este Natal, o jovem padre destacou uma frase que tem repetido vezes sem conta e que exige alguma reflexão: “O maior pecado dos tempos modernos...

Outras Notícias