Recorde no porto do Funchal em Setembro

Nunca tantos navios de cruzeiro tinham feito escala nesse mês. Suaviza as significativas perdas dos nove meses: menos 24 escalas e 46 mil passageiros

12 Out 2017 / 02:00 H.

O mês de Setembro de 2017 foi uma espécie de ‘pedrada no charco’ para o Porto do Funchal, que representa, para já, o melhor de sempre em termos de escalas de navios de cruzeiro nesse período. Isso já é um facto significativo, mas ainda mais por ocorrer num ano no qual, até á data, nenhum mês tinha sido positivo nos vários indicadores.

Assim, no mês passado fizeram escala no Porto do Funchal um total de 20 navios de cruzeiro, que trouxeram a bordo 41.601 passageiros em trânsito (mais 57 embarcados, contra 36 há um ano, e 99 desembarcados, contra 58 em Setembro de 2016) no Funchal. Em termos percentuais e comparado com o mesmo mês de 2016, representam um aumento de 33,33% e 47,68%, respectivamente nas escalas (15) e nos passageiros (28.370, dos quais 28.276 turistas em trânsito).

Olhando ao passado recente, mas extrapolando a mais anos atrás (por nem se compararem os números), temos então que este é o mês de Setembro mais movimentado no Porto do Funchal (vide grafismo), o que ajudou a amenizar as quebras que já se vinham a verificar desde o início de 2017. Até Agosto, o Porto do Funchal registava quebras de 17,68% nas escalas e de 19,45% nos passageiros.

Com os resultados de Setembro, a principal infra-estrutura portuária da Região Autónoma já contou com 155 escalas de navios de cruzeiro (-13,41%) e 288.039 passageiros (-13,79%), menos 24 escalas (179) do que nos primeiros nove meses de 2016 e menos 46.087 passageiros nesse período há um ano (334.126).

Isto significa, também, que em apenas dois anos o Porto do Funchal recebeu um acumulado de menos 28 escalas até ao nono mês do ano (183 entre Janeiro e Setembro de 2015) e menos 64.432 passageiros (352.471 até Setembro de 2015), o melhor ano dos últimos cinco, embora não o melhor ano de sempre (esse ainda é 2012).

As perdas no Porto do Funchal são significativas, revelando a diminuição do interesse de muitas companhias e até de competitividade face a outros portos, embora neste particular ocorram diminuições também nas ilhas Canárias, cujos portos são ‘parceiros’ da Madeira e do Porto Santo (além dos de Cabo Verde), desde 1994, através da marca ‘Cruises in the Atlantic Islands’.

Por falar em Porto Santo, a infra-estrutura portuária recebeu a terceira escala do ano em Setembro (já tinha tido uma em Abril e outra em maio), que trazia 574 passageiros em trânsito e registou um desembarque. No acumulado, em três navios o Porto Santo teve a visita de 1.247 turistas. Há um ano também já tivera as mesas três escalas (e não passou disso), com um total de 2.307 passageiros, dos quais 10 embarques e 22 desembarques.

Outras Notícias