Mortes na Madeira desceram para metade

Entre Janeiro e Outubro de 2017 ocorreram 2.332 acidentes de viação

13 Nov 2017 / 02:00 H.

Sete pessoas morreram nos primeiros dez meses deste ano nas estradas da Madeira, o que representa metade das mortes ocorridas em igual período de 2016, onde foram registadas 14 vítimas mortais. Por seu turno, entre os dias 1 de Janeiro e 31 de Outubro de 2017, o Comando Regional da Polícia de Segurança Pública contabilizou um maior número de acidentes de viação (2.332) face ao período homólogo do ano transacto (2.297), que resultaram em 65 feridos graves (mais três do que em 2016) e 705 ligeiros (menos 70 do que no ano anterior).

O concelho do Funchal continua a liderar a sinistralidade rodoviária divulgada semanalmente pela Polícia, sendo que os concelhos de Câmara de Lobos, Santa Cruz e Machico têm também registado um grande número de acidentes no ano corrente.

No que respeita às causas destes sinistros, a Polícia de Segurança Pública (PSP) explica que estas envolvem circunstâncias muito variáveis, nomeadamente a “luminosidade, sinalização existente, condições de tráfego, condições climatéricas, do piso, características do veículo, factor humano, etc..., que são analisadas caso a caso, pelo que não é correcto apontar uma única causa para caracterizar um conjunto de acidentes”. Contudo, salienta que “a velocidade inadequada às características do meio rodoviário envolvente pode propiciar um maior número de acidentes, aliada à não manutenção da distância de segurança relativamente ao veículo que o antecede”.

O Comando Regional da PSP lembra que, à semelhança do restante dispositivo nacional, promove o combate à sinistralidade rodoviária, através do aumento da visibilidade policial e da fiscalização permanente e intensiva dos comportamentos de risco dos condutores, quer através de operações de fiscalização ditas ordinárias, quer através de operações específicas e mais incisivas, relativamente aos factores de risco potenciadores do aumento da sinistralidade rodoviária.

Além disso, tem também desenvolvido várias iniciativas comunicacionais que visam dar a conhecer a legislação rodoviária e iniciativas locais, de cariz educativo e preventivo, que são implementadas em todos os concelhos da Região, através das esquadras concelhias, com especial enfoque nos estabelecimentos de ensino, instituições oficiais e associações de cidadãos.

Ainda sobre os acidentes de viação nas Estradas da Madeira a PSP acrescenta que “quanto ao presente ano é prematuro fazer um balanço final”, uma vez que estão ainda por contabilizar os dois últimos meses do ano. Acresce dizer que, ao todo, em 2016 ocorreram mais 95 acidentes de viação (2.810) do que no ano de 2015 (2.715).

Outras Notícias