Mercado dos Lavradores
com selo de qualidade

O certificado de qualidade é fruto de uma aposta da CMF para dotar este espaço de boas práticas ambientais, de higiene e segurança

05 Fev 2018 / 02:00 H.

O Mercado dos Lavradores, local emblemático da cidade do Funchal e ponto de paragem obrigatório para os turistas que diariamente visitam a ilha, tem pela primeira vez um certificado de qualidade focado nas questões de higiene e segurança alimentar.

O certificado é fruto de uma aposta da Câmara Municipal do Funchal (CMF) para dotar este espaço com boas práticas ambientais, de higiene e segurança, de forma a aproximar os comerciantes a todos os madeirenses.

Dirigida pela empresa QualiRAM, o processo teve como áreas de intervenção, a segurança e saúde no trabalho, o ambiente, a consultoria na área agrícola, biológica e de marketing e vendas, e o apoio legislativo e nutricional. Um trabalho feito em parceria com os lojistas que aderiram de forma positiva, satisfazendo o vereador com a tutela dos Mercados Municipais. João Pedro Vieira congratula-se pela evolução a nível de boas práticas bem como a receptividade por parte dos lojistas, “digna de registo”, garantindo que “é um esforço de qualificação que sublinha o compromisso deste executivo para com a progressiva valorização da oferta do Mercado dos Lavradores”.

O trabalho de certificação foi feito entre Maio e Dezembro de 2017, envolvendo todos os que lá trabalham através do serviço de ‘Personal Planing’, um programa de formação teórico-prática nos próprios estabelecimentos, abordando a motivação, o planeamento, a cooperação, a ‘performance’ e uma comunicação mais clara e responsável.

Foram ainda realizadas diversas auditorias de segurança alimentar, bem como um acompanhamento a todos os stands e lojas, “verificando progressivamente as alterações e as melhorias efectuadas após o trabalho realizado pela QualiRAM”, refere o vereador que elogia o esforço de todos.

Quando, em 2013, Paulo Cafôfo entrou em funções, foi feito um diagnóstico dos Mercados Municipais para identificar as principais carências e definida uma estratégia central, que assentou na revitalização.

Uma das novidades para este ano de 2018 tem a ver com a elaboração do novo regulamento dos mercados municipais, um activo tão importante para cidade do Funchal.

Outras Notícias