Medalhas e festa nas Super-finais de Portugal

Madeirenses estiveram em evidência na mais importante prova nacional da época

13 Jun 2018 / 02:00 H.

O Pavilhão Multiusos de Guimarães foi palco, no passado fim-de-semana, da mais importante prova do calendário nacional de ginástica, nas mais diversas disciplinas, tendo merecido a presença de vários atletas da Região, que viriam, inclusive, a estar em grande destaque.

Denominado por Super finais, o evento contou com os seis melhores ginastas portugueses dos vários campeonatos nacionais, e dos diversos escalões.

Na ginástica acrobática, a Madeira viria a festejar o mais alto lugar do pódio, através de Miguel Calaça. O atleta da Associação Grupo Jovens Caniçalenses veio a conquistar o ouro no escalão sénior. Já em iniciados, destaque para a sua colega de clube, Nicole Garcia, que viria a ser a quarta melhor ginasta na categoria de iniciados, tendo apenas perdido a medalha de bronze, por 0,1 ponto.

Já na ginástica artística masculina, Rafael Sá, do CD Nacional foi o único representante madeirense em prova, tendo vindo a amealhar um total de três medalhas em seniores. Na prova de argolas, o alvinegro veio a registar o melhor registo entre os seis participantes, enquanto nas disciplinas de solo e cavalo com arções, Rafael veio a alcançar duas medalhas de prata.

Quanto à ginástica de trampolim, os madeirenses José Pedro Quintal (CTM Ponta do Sol) e António Martins (Acro Clube da Maia) viriam a festejar a medalha de bronze na disciplina de Trampolim Sincronizado sénior, repetindo assim o feito alcançado nos últimos campeonatos nacionais.

Finalmente, na ginástica rítmica, Leonor Pinto, do Marítimo, esteve entre a elite nacional na categoria de seniores, tendo participado em três provas, arco, maças e fita.

Frente a uma concorrência muito forte, a verde-rubra veio a somar três sextos lugares, mas com boas pontuações.

Outras Notícias