Mais nascimentos e menos mortes não amenizam saldo natural

11 Set 2018 / 02:00 H.

No 1.º semestre de 2018, ou seja entre Janeiro e Junho, regista-se um aumento do número de óbitos face ao período homólogo de 2017, o mesmo ocorrendo, mas em muito menor número, com os nascimentos. Por isso, agravou-se o saldo natural na Região Autónoma da Madeira.

Os dados preliminares da demografia, divulgados ontem pela Direcção Regional de Estatística, “mostram que a RAM registou...