Mais 5 anos de vida ganhos em década e meia

Em 2001 a esperança de vida à nascença era de 73,16 anos, em 2016 já era de 78,02 anos

26 Out 2017 / 02:00 H.

A esperança média de vida dos madeirenses aumentou quase cinco anos, mais precisamente 4,86 anos entre 1999-2001 e 2014-2016, o que significa que em apenas 15 anos, cada madeirense pode esperar viver até pouco mais de 78 anos de idade.

Esta é a principal conclusão a retirar da nova série retrospectiva sobre as Tábuas Completas e Abreviadas de Mortalidade para a RAM, divulgadas a semana passada pela Direcção Regional de Estatística da Madeira (DREM) não só aos dois período em causa (1999-2001 a 2014-2016), mas aos períodos intermédios de cada três anos.

“A informação mais relevante nesta série diz respeito à esperança de vida à nascença que na Região passou de 73,16 anos em 1999-2001 (68,47 para os homens e 77,11 para as mulheres) para 78,02 anos em 2014-2016 (73,96 para os homens e 81,41 para as mulheres)”, informa a DREM.

Na prática, os homens ganharam em média mais 5,49 anos de vida, enquanto as mulheres ganharam menos, mais 4,3 anos de vida à nascença. Ou seja, se há 15 anos cada mulher madeirense poderia esperar viver mais 8,64 anos de vida do que os homens, em 2016, a diferença reduziu-se para mais 7,45 anos.

O gráfico incluído nesta página mostra uma outra conclusão. Se é certo que os homens estão a encurtar distâncias na esperança média de vida, a verdade é que por causa da sua menor propensão para viver até mais tarde, acabam por contribuir para que a média regional de esperança de vida seja menor que a portuguesa, pouco mais de 80 anos, mesmo porque as mulheres madeirenses têm mantido valores sempre acima da média nacional.

Por fim, uma última nota: se em 1999-2001, sobreviveriam em cada 100.000 nados-vivos 33 madeirenses com 100 anos, embora por sexo poder-se-ia dizer que se fossem homens seriam apenas 3 e se fossem mulheres seriam 49, em 2014-2016, pelos mesmos 100 mil nados-vivos ascenderiam a 99, distanciando-se aqui as probabilidades de sobrevivência dos homens (9) face às mulheres (179).

Outras Notícias