Madeirense caiu numa levada no Porto Moniz

17 Jul 2017 / 02:00 H.

Uma mulher com cerca de 55 anos, madeirense, sofreu ontem à tarde uma queda quando percorria a levada do Galhano, no Porto Moniz, acompanhada por um grupo de amigos.

O alerta foi dado aos Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz, que se deslocaram ao local com uma equipa de resgate e montanha, a fim de procederem à retirada da vítima que ao que tudo indica apresentava suspeita de fractura numa perna.

Segundo o DIÁRIO apurou, além dos 11 elementos desta corporação que saíram do quartel apoiados por três viaturas para acudir a vítima, esta operação de socorro contou também com o apoio de dois Polícias Florestais e da Polícia de Segurança Pública que tomou conta da ocorrência.

A vítima foi imobilizada em plano duro e transportada para o Serviço de Urgência de São Vicente onde foi posteriormente encaminhada para o Hospital Dr. Nélio Mendonça.

Comandante alerta caminhantes

O comandante dos Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz recordou que já ocorreram diversas quedas nesta zona. Por este motivo, voltou a alertar os caminhantes, quer turistas quer madeirenses, para que “antes de fazerem qualquer caminhada tenham em atenção o grau de dificuldade do percurso” e “utilizem vestuário adequado para realizarem as respectivas caminhadas”.

Referiu ainda que é também importante estar a par da própria condição física para enfrentar estas caminhadas porque “estas ocorrências, face à distância em que ocorrem, acabam por dificultar o socorro”.

Artur Fernandes lembrou também que esta corporação tem carência de veículos de todo o terreno e que se não contar com o apoio da Polícia Florestal o resgate pode ser ainda mais demorado.

Outras Notícias