Lobo Marinho vai um mês para estaleiro

Viagem para Viana do castelo acontece a 4 de janeiro e regresso a 2 de Fevereiro

22 Dez 2017 / 02:00 H.

Entre 4 de Janeiro e 2 de Fevereiro de 2018, o navio-ferry Lobo Marinho vai estar em estaleiro, numa paragem técnica que, desta feita, irá decorrer nos estaleiros de Viana do Castelo, precisamente onde, há 15 anos, o navio foi construído e entregue à Porto Santo Line.

Assim, segundo o administrador da empresa, Sérgio Gonçalves, os trabalhos em doca seca nos estaleiros navais da West Sea tinham necessariamente de decorrer fora da Região, uma vez que nestes 15 anos é agora altura da reclassificação do navio.

“Iremos realizar a última viagem a 3 de Janeiro com horário normal - saída do Porto do Funchal às 8h00 e regresso desde o Porto do Porto Santo às 18h00 - e no dia 4, o Lobo Marinho parte em direcção a Viana do Castelo”, explica. O regresso irá decorrer a 2 de Fevereiro, se tudo correr dentro do planeado. “Esta é uma doca onde iremos proceder a vários trabalhos obrigatórios, mas não só”, explica. “Desde a inspecção às máquinas principais, aos geradores, aos sistemas de detecção e prevenção de incêndios, a todos os testes de meios de salvamento, mas também à remodelação das áreas do navio, nomeadamente pavimentos para garantir os níveis de conforto e segurança que habituámos os nossos passageiros”. Os custos da operação irá custar cerca de 1,2 milhões de euros.

No tocante aos portosantenses, Sérgio Gonçalves assegura que a companhia garante 50 viagens ida e 50 na volta, diariamente, pelo custo da tarifa marítima e no avião que faz os voos interilhas. A carga, nomeadamente frescos e perecíveis serão transportados uma vez por semana (terças-feiras), disponibilizando a empresa contentores, incluindo com sistema de refrigeração, para assegurar que os comerciantes da ilha tenham forma alternativa de garantir os stocks. E este ano, pela primeira vez, a PS Line terá espaço no avião cargueiro aos sábados de manhã.