Liverpool ‘arruma’ dragões em cinco tempos

15 Fev 2018 / 02:00 H.

O FC Porto comprometeu as suas aspirações na Liga dos Campeões de futebol, depois ser goleado em casa, por 5-0, pelos ingleses do Liverpool, no jogo da primeira mão dos oitavos de final da competição.

Numa partida em que os ‘dragões’ não resistiram ao ‘poder de fogo’ da equipa britânica, o avançado senegalês Sadio Mané esteve em destaque, ao apontar um ‘hat-trick.

Com tão acentuada desvantagem na eliminatória, a equipa de Sérgio Conceição terá de encetar uma estóica recuperação no jogo da segunda mão para almejar a passagem à fase seguinte.

A formação britânica até sentiu dificuldades para travar o ritmo inicial dos locais, mas, paulatinamente, foi pausando o jogo, recorrendo a insistentes trocas de bolas e lançando ‘venenosos’ contra-ataques.

Nessa toada, e na primeira jogada verdadeiramente perigosa, o Liverpool revelou-se letal, beneficiando de alguma passividade da defesa azul e branca para inaugurar o marcador, aos 25 minutos, por intermédio de Mané, que solto de marcação, rematou cruzado, ao rematar por baixo do guarda-redes José Sá, que não fica isento de culpas.

O golo dos ingleses surgiu um pouco contra a corrente do jogo e desestabilizou a confiança inicial do FC Porto, que demorou a se recompor e reencontrar o seu fio de jogo, colocando-se a jeito para que o Liverpool, quatro minutos depois, voltasse a fazer ‘estragos’, desta feita por Salah.

No segundo tempo, quando a equipa parecia estar a reagir bem, voltou a sofrer nova contrariedade, novamente por Mané.

Com uma vantagem bem mais confortável, os ingleses entregaram a iniciativa do desafio aos portistas, que tentavam recuperar o futebol directo do início do jogo, mas já sem a mesma clarividência.

Os ingleses ‘davam a corda’ ao FC Porto, mas sempre que aceleravam mostravam-se imparáveis e, aos 70 minutos deram tons de goleada com o tento de Firmino.

A noite viria ganhar contornos de ‘pesadelo’ para os dragões quando, já na recta final, Mané confirmou o estatuto de homem do jogo, num remate de fora da área que fechou o resultado nos 5-0.

Outras Notícias