Juventus vai apresentar CR7 à porta fechada

em causa está a logística e a constestação dos trabalhadores
da fiat

13 Jul 2018 / 02:00 H.

A imprensa italiana deu ontem conta que Cristiano Ronaldo será apresentado na segunda-feira à porta fechada, ao contrário do que se sucedeu aquando da sua transferência para o Real Madrid, sem adeptos nas bancadas no ‘Allianz Stadium’, a casa da Juventus.

Em causa estão dificuldades relacionadas com a logística de uma cerimónia à medida, mas também uma eventual contestação dos funcionários da FIAT, que avançam com uma greve nesse próprio dia, pois consideram inaceitável que a empresa continue a pedir sacrifícios aos seus trabalhadores enquanto gasta milhões na transferência de um futebolista.

A Juventus não quer, por isso, manchar a apresentação de CR7 como reforço e ao que tudo indica, o jogador surgirá como ‘bianconero’, pela primeira vez, em conferência de imprensa.

Recorde-se que quando o ‘astro’ madeirense se tornou jogador do Real Madrid compareceram no Estádio Santiago Bernabéu, naquela tarde de 6 de Julho de 2009, entre 80 e 85 mil pessoas, num estádio que tem capacidade para cerca de 81 mil adeptos. Foi uma verdadeira loucura.

Em Turim, essa barreira nunca poderia ser trespassada, dado que o Allianz Stadium apenas consegue albergar aproximadamente 41 mil pessoas.

Mesmo assim, está garantido, segundo o jornal italiano Gazetta dello Sport, uma apresentação com “traços de Hollywood, como uma estrela merece”.

Outras Notícias