Jogo solidário em Leiria

Leiria /
14 Nov 2017 / 02:00 H.

O seleccionador nacional, Fernando Santos, prometeu ontem que Portugal “vai fazer tudo para vencer” o jogo particular com os Estados Unidos, esta noite, para “dar uma alegria” às populações atingidas pelos incêndios. No Estádio Municipal de Leiria, a selecção realiza mais uma etapa de preparação para o Mundial’2018, que serve, em simultâneo, para ajudar vítimas dos incêndios deste verão, à semelhança do que sucedeu com a Arábia Saudita (vitória por 3-0), na sexta-feira, em Viseu.

“A ideia é manter uma equipa forte, para responder aos anseios do povo num momento de solidariedade importante”, sublinhou o seleccionador nacional, realçando a resposta do público ao repto solidário lançado pela Federação Portugal de Futebol: “O povo português vai mostrar em Leiria o seu lado humano fortíssimo, como fez em Viseu. Pelo que sei, estamos perto dos 15 mil espectadores amanhã [hoje]”. Sobre o adversário, e comparando com a Arábia Saudita, Fernando Santos acredita que os norte-americanos são uma equipa mais objectiva e rápida, formada por jogadores “de boa qualidade técnica, que colocam a bola no chão”.

“Temos de ter muita atenção. Mas Portugal, estando ao seu nível máximo de concentração e organização, e com a criatividade dos jogadores, pode fazer um bom jogo e vencer”, garantiu o técnico, reafirmando que estes jogos servem para os novos seleccionados “criarem o hábito de estar em estágio, em treino e corresponder em jogo”.

Fernando Santos falou ainda da tarefa que o espera: escolher a lista de jogadores que representará Portugal na Rússia: “Pelo que tenho lido, temos já 50 jogadores certos”, ironizou. “Vai ser muito difícil para mim. É bom ter esta dor de cabeça, é sinal da qualidade do jogador português. É muito importante a forma como estão em jogo e estágio”.

O seleccionador limitou os candidatos a “40 jogadores”, dos quais “17 vão ter de ficar de fora”. “Há um jogador que vai estar, garantidamente”, frisou, aludindo ao capitão Cristiano Ronaldo. Quanto às ambições, Fernando Santos promete que “Portugal vai estar na Rússia com os mesmos objectivos de sempre: é candidato a atingir o máximo objectivo”.

Em Leiria, se for possível, todos os seleccionados vão jogar frente aos Estados Unidos da América, avançou Fernando Santos.