Hospital vai ter mais camas para Medicina Intensiva

08 Out 2017 / 02:00 H.

O director do Serviço de Medicina Intensiva do SESARAM, Júlio Nóbrega, fez um “balanço muito positivo” do IX Fórum de Intensivistas que terminou ontem no Hospital Dr. Nélio Mendonça. Um dos aspectos mais encorajadores deste encontro foi a participação do secretário regional da Saúde, que se comprometeu a colocar o reforço de camas desta unidade hospitalar nas prioridades da política para o sector.

Júlio Nóbrega nota que “está a haver um progresso muito positivo em todo o Portugal e o país aproxima-se dos valores europeus”, ao traçar objectivos em termos de camas e capacidade instalada na medicina intensiva para os anos 2018 a 2020. “Nós, na Madeira, não temos feito esse progresso mas tivemos a felicidade de termos connosco o senhor secretário da Saúde, dr. Pedro Ramos, que, no grupo, comprometeu-se que este será um objectivo da Secretaria Regional”, revelou o responsável hospitalar.

No encontro que juntou três dezenas de especialistas chegou-se ainda à conclusão que Portugal precisa de aumentar a capacidade de formar mais médicos intensivistas, já que o aumento da esperança média de vida faz com que seja uma especialidade cada vez mais solicitada. “Há muitos médicos em formação nesta especialidade. Na Madeira há três médicos em formação. Mas se não tivermos mais camas não conseguimos ter idoneidade formativa”, alertou Júlio Nóbrega.

Outras Notícias