Homicida de ex-deputado fica menos 6 anos na cadeia

Supremo baixou de 22 para 16 anos de prisão a pena do homem que matou Carlos Morgado

14 Mar 2018 / 02:00 H.

O Supremo Tribunal de Justiça baixou de 22 para 16 anos de prisão a pena aplicada a Filipe Gil, o homem que foi condenado por, a 1 de Março de 2015, roubar e matar o antigo deputado do CDS Carlos Morgado numa residencial do Funchal e depois ter esquartejado e enterrado o corpo num terreno na zona do Til. Um bónus dado pelos juízes conselheiros que, ao contrário do tribunal de júri...